Carnaval da alegria

115 visualizações | Reflexões
Publicado em 25.02.2017

Em meio a tantas injustiças não dá para pensar diferente. Dizem que o Carnaval é uma festa de alegria, para se divertir e esquecer os problemas. Será mesmo?

Diante de muita música, dança e uma multidão existe a dor de muita gente. Quantas mães ficam desesperadas com os filhos que saem na tarde de sexta e só voltam na manhã da quarta-feira de cinzas. Elas sofrem, pois, nem sequer sabem onde estão e como estão. Muitos se encontram bêbados, drogados e engravidando umas e outras.

 

Quantas mulheres só choram, pois é nessa época que seus maridos abandonam o lar, indo farrear durante todos os dias dessa tal festa de alegria. Quantos jovens se viciam nas drogas justamente neste período do ano.

Ah, mas isso poderia acontecer em qualquer festa ou em qualquer dia. Sim, poderia. Mas é no Carnaval onde mais acontecem tragédias e desgraças no meio onde tudo deveria ser paz e harmonia: na família. É no Carnaval que famílias são destruídas, despedaçadas e desfeitas.

 

Sem contar o outro lado. Do trabalhador que passou o ano todo procurando emprego e são obrigados a vender bebidas durante essa festa, só para garantir o pão de cada dia. E lá mesmo são assaltados, espancados e humilhados pelos “foliões”. Mães de família que não tem outra alternativa e vão para o meio da rua, grávidas, com filhos de colo, vender alguma coisa para sobreviver.

 

Onde está a alegria desta festa mesmo? Se é que ela existe... É totalmente passageira e só dura alguns dias e olhe lá.

 

Pessoas cheias de problemas acham que no Carnaval vão ter um momento de alegria, mas é como colocar água num copo rachado. Depois dali voltam para a realidade, para uma vida cheia de infelicidade e vazia, pois a verdadeira alegria não está ali.

 

Eu conheço a verdadeira alegria, que está em mim independente de festas, comemorações ou até problemas. Esses todos irão passar, mas a diferença está em como reagir a eles. E mesmo diante dos problemas mais difíceis, os verdadeiros felizes conseguem vencer sorrindo, ainda que em meio a algumas lágrimas.

 

Essa alegria verdadeira vem de um Deus que se preocupa com você e está pronto para te receber do jeito que está.

 

“Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.
Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração;

e achareis descanso para as vossas almas.
Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo é leve.“
Mateus 11.28-30

Encontrando o caminho para Nárnia

Em um mundo perverso, a saga criada por C.S. Lewis chega como um refrigério de esperança para crianças e adultos

Stephanie Suero fala sobre carreira e sonho americano

Em entrevista, a youtuber paulistana conta sobre a rotina nos EUA e seu futuro profissional

Conselhos preciosos

Muitas vezes ignorados, mas se forem observados com humildades podem trazer grandes benefícios

Aprenda como vencer as lutas

No segundo filme das Crônicas de Nárnia, Príncipe Caspian, os irmãos Pevensie se veem diante de uma adversidade nunca vista, mas descobrem como vencer junto com Aslam

Brasileiros buscam vida melhor fora do país

Segundo a Receita Federal, saídas definitivas do Brasil cresceram 67%